POR OUTRO LADO...

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

POESIA, GRAFITE, BANKSY


Raramente a revista mensal Piauí deixa de trazer em suas páginas informações ou reflexões que não possam ser tomadas como, no mínimo, interessantes. Trata-se do melhor produto jornalístico do gênero em circulação no Brasil e o que, de longe, me dá mais prazer em ler. Instigante, criativa, tudo de bom. Acaba de completar dois anos de vida.

Na edição 26 (novembro) algumas páginas -inclusive a ilustração da capa- foram dedicadas à obra de um grafiteiro inglês chamado Banksy, cuja identidade nunca foi oficialmente revelada. Fiquei chapado com a arte do sujeito e com a angustiante sensação de que o mundo inteiro já o conhecia, menos eu. Até página na Wikipédia esse incrível artista de rua tem, veja aqui.

Suas surpreendentes e provocativas intervenções nos muros de Bristol, Londres e de outras cidades pelo mundo afora são capazes de não só instaurar a imediata reflexão em quem passa pela rua, como também estabelecer um paradigma de qualidade criativa absolutamente superior, difícil de não ser comparado tanto do ponto de vista gráfico quanto por sua abordagem política e social.

Autor de uma linguagem de síntese de alta qualidade, o grafite de Banksy desafia a indiferença de quem passa pela rua, de tão perturbador.

Veja a seguir algumas de suas criações e conheça muito mais de sua sua obra clicando aqui, no site oficial do artista. Para ver ampliadas, clique em cima das imagens.










3 comentários:

Marcus Gusmão disse...

Muito bom, Galinho. Belo retorno.
abração.

Nilson disse...

Console-se: eu também nunca tinha ouvido falar, e acho que nem as torcidas do Bahia e do Vitória. O cara é genial!!!

paulo galo disse...

Retornar ao "batente" é bom mesmo, Gusmão; melhor ainda´é vê-los aqui.