POR OUTRO LADO...

domingo, 27 de julho de 2008

WALTER PINHEIRO, LIDICE DA MATA: A VEZ DE SALVADOR DIZER SIM



A onda de mudanças profundas que varrem o Brasil desde 2002, com a eleição de Lula para a Presidência da República, pode, finalmente, estar chegando em Salvador em outubro próximo.

Embalada pela reeleição do próprio Lula e da vitória de Wagner em 2006, uma coligação liderada pelos deputados federais Walter Pinheiro (PT) e Lidice da Mata (PSB) pede apoio para que Salvador diga sim para o futuro e dobre, de uma vez por todas, a esquina do atraso.

A coligação Salvador, Bahia, Brasil pode sim ser o vetor dessa guinada na capital baiana. Pode e deve.

Parlamentares vividos, antenados nas lutas populares e alinhados com os conceitos vitoriosos nas urnas, Pinheiro e Lídice entram na cena eleitoral da velha Cidade da Bahia habilitados a escrever páginas de reconstrução administrativa, inspirados na generosidade, na inclusão de seu povo, no trato humano dos recursos da cidade.

Uma cidade que ostenta índices alarmantes de desemprego e um serviço público municipal entre os piores do Brasil.

Quantos anos mais precisaremos consumir em experiências administrativas que ao final entregam uma cidade cada vez mais atrasada, cada vez mais pobre, cada vez mais mal-tratada?

Como calar diante das sombras, que rearticulam seu poderio econômico em torno de uma candidatura como a de ACM Neto, príncipe-herdeiro de uma dinastia política que vitimou esse lugar durante quase 40 anos?

Como achar que "não é tão ruim assim" nossa cidade ser cuidada por Antônio Imbassahy, cria desse mesmo ninho e ponta-de-lança de um projeto de poder que foi reiteradamente rejeitado pelo povo brasileiro, o do neoliberalismo do PSDB, partido do qual ele é presidente regional? Como imaginar que o campeão brasileiro das praças bonitas e do serviço público medíocre poderá conduzir-nos para tempos de prosperidade, há tanto não vistos nessa capital da Bahia?

Como omitir-se do dever de varrer em definitivo políticos de expressão paupérrima como João Henrique Carneiro, para sempre lembrado como o alcáide que fez da orla soteropolitana uma nova favela?

Esperar o quê? Que Salvador perca mais uma vez o bonde da história e não tenha seu metrô concluído porque o poder municipal é endemicamente corrupto e superfatura escandalosamente suas -nossas- obras?

Não. Não dá pra fazer cara de paisagem diante de tanta iniquidade, como diria Ruy Barbosa.

Quem quiser que faça de conta que nada tem a ver com isso, como se as eleições municipais não interferissem na sua vida. Eu não faço.

Vou votar em Pinheiro e em Lídice por amor a essa cidade e para dizer sim aos tempos de progresso que se avizinham, se assim o quisermos.

Tempos de serviço público atento à inclusão e à qualidade. Escolas públicas melhores, postos médicos equipados e aptos a cuidar de nossa gente, transporte de massa rápido e confortável.

Gestores capazes de pensar uma cidade para o desenvolvimento econômico e para o crescimento de seu povo. Isso é o que Pinheiro e Lídice têm o dever e a capacidade de instaurar como política de estado no município de Salvador.

Contam, para isso, com suas biografias, com o apoio de Lula e de Wagner e com os sonhos de uma cidade exausta de renovar esperanças a cada 4 anos.

Chega. Nunca o óbvio, a coisa certa a fazer, foi tão claramente exposta numa eleição como agora. Elegê-los é o mínimo que podemos fazer para que essa cidade ganhe uma chance de ser feliz

Adoro praças bonitas e calçadas de granito. Admiro executivos públicos de primeira, capazes de reunir gente talentosa em torno de um bom projeto e que se mostrem aptos a mover a máquina pública com autoridade e decisão, sem prescindir do diálogo.

É porisso que não estou a fim de rever esse filme chato, que querem protagonizar João Henrique, ACM Neto e Imbassahy. Nós morremos no final com essa galera, sempre foi assim.

Não há preço que pague viver 4 anos sob o comando de gente inescrupulosa, ou incapaz, ou autoritária, ou alheia às incríveis tensões de um centro urbano do tamanho de Salvador. Ou, com mil diabos, gente que reuna todas essas infernais habilidades, acrescidas da má-fé.

Boa sorte, Walter; boa sorte, Lidice. Que deus ilumine suas marchas nessa disputa.

Tô dentro. Aqui e em São Paulo, onde o povo gozou, de 2001 a 2004, dos benefícios de uma administração popular mas foi seduzido pelo canto da sereia neoliberal com a dupla Serra-Kassab, em 2004. Pagou caro por isso e agora recoloca as coisa no lugar, trazendo Marta Suplicy para reassumir o camando da maior cidade brasileira.

Um exemplo, um aviso, uma inspiração.

6 comentários:

Anônimo disse...

Aguardaremos com imensa ansiedade a posse dos Camaradas Companheiros Pinheiro e Lidice. Somente assim, Salvador poderá contar com o mais moderno em políticas públicas para seus habitantes. Temos certeza que os Camaradas Companheiros, assim que assumirem os cofres da prefeitura, distribuirão um mensalão e alguns mensalinhos para os mais próximos e várias bolsas continuísmo para a malta ignóbil (onde me situo), além, claro, de perpretarem a incompetência e arrogância típica do Partido dos Trambiqueiros - vulgo PT - que tanto bem tem causado ao nosso país. Causa-nos furor messiânico a possibilidade de termos Daniel Dantas como Secretário da Fazenda (porque colocar algum intermediário? ), Marcos Valério na Comunicação e Delúbio Soares no Planejamento. Não nos resta dúvida que o futuro da primeira capital deste país será indinitamente melhor.

paulo galo disse...

Caro "Anonimo",

Disponha desse espaço sempre que quiser posicionar-se sobre o que leu, como fez agora.
Peço apenas que resista a tentação de faze-lo usando da desqualificação o centro de seus argumentos contra quem quer que seja.
Referir~se ao PT do jeito que vc escolheu fala muito mais a seu respeito o que ao próprio PT.
Seu comentário não será suprimido desse espaço, até para que fique claro, para todos os que por aqui passarem, quais são os critérios que norteiam esse blog na hora de tirar do ar comentários agressivos, travestidos de ironia ou não.
Fica portanto como um exemplo de como não se deve discutir idéias, principalmente num contexto eleitoral.
Tendo argumentos inteligentes, sirva-se desse lugar aqui quantas vezes quiser, a casa é sua.

Marcus Gusmão disse...

Caro Galinho,

Vi ontem parte do debate e, francamente, não me animo a votar em ninguém. Ficou claramente evidenciado os dois blocos Pinheiro/João Henrique X ACM Neto/Imbassahy, que deverão se enfrentar no segundo turno. Sinceramente? Não me animo a votar em nenhum dos dois. Talvez vote no Psol, por Heloísa Helena. Gosto da indignação (até quando) dela.

paulo galo disse...

Não vi o debate, Marcão. Mas compartilho de seu desalento, é cada vez mais difícil encontrar motivos para ter esperança na política.
São escassas as chances de vermos alguém operar transformações realmente estruturantes, principalmente no plano municipal, o primo pobre desse pacto federativo brasileiro.
Acho que ainda me comporto pelo manual do Partidão, sempre espreitando o "menos pior" para apontar o caminho. Nessa linha, a opção Pinheiro/Lídice parece-me encaixar melhor, fico assim com eles.
Mas, repito, apoio sem nutrir esperanças fundamentais. Ou, pelo menos, para não permitir que o neocoronelato, o neoliberalismo e a velha incompetência não triunfem nessa sofridas plagas.

Nilson disse...

Caro Galo, ainda fico com a plataforma de Caetano: a mim me bastaria que o prefeito desse um jeito na cidade da Bahia. Esse fato afetaria toda a terra, etc, etc. Abraços.

Baumer & K. disse...

Pinheiro ?

Realmente Pinheiro não era o meu candidado preferindo ( Nelson Pelegrino seria o ideal ), porem, nas previas o Pinheiro Ganhou e como sempre voto no PT votarei nele tambem, O PT por ser um partido que governa para todos ricos e pobres isso sem sombra de duvidas ( pode perguntar para os empresarios, Banqueiros e pobres do nordeste que deve ajuda do bolsa familia, assim como os mais de milhoes de pessoas que entraram na classe Media )

Porem, Relamente fico preocupado com o Pinheiro ( sem recall ) e talveis possa nao ir para o segundo turno e ai sim terei que votar no Joao Henrique ( mesmo que seja pessimo Administrador ) é uma pessoa de bem e com boas intenções.

Quem fala da administração do PT fala sem conhecimento de causa ( recife, BH, Porto alegre, Sao paulo etc ) e gente que nao ler e sim ler so ler materias tendenciosas. Nosso povo e muito influenciado e quem fala do PT e do Lula e porque é um fracassado que nao conseguio aproveitar a onda de crescimento que o pais teve desde 2003 e agora fica colocando a Culpa no Lula

Mais parem e pensem 80 % de aprovação é pouco ? pois essa e taxa de aprovação de Lula em algumas regios