POR OUTRO LADO...

sexta-feira, 4 de julho de 2008

LARGA D'EU, MARDITA!




Fim de tarde na velha cidade da Bahia e o coração dá voleios, aflito com a ausência da moda de viola e de um Brasil caipira que vive no interior de São Paulo, Minas, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Pelas rugas dos culhões de Odin, será que sentir saudade é um destino do qual não conseguirei me desincumbir nunca, sô?

Na Bahia suspirava por São Paulo; em Mato Grosso do Sul sonhava com a Bahia; em São Paulo tinha delírios com as outras duas. Agora, de volta à capital baiana, vem a mardita encher-me o peito de tristeza, lembrando-me de shows vistos, de estradas rodadas, de músicas inesquecíveis. E de sonhos que ficaram pelo caminho.

Músicas como essa aí de cima, Cuitelinho, lindamente cantada por Pena Branca & Xavantinho. O vídeo é um desses slide-shows absolutamente sem graça mas a música, ah, a música...

Ivan Vilela, Almir Sater, Sergio Reis, Renato Teixeira. Sons das entranhas do Brasil, enraizados na minha alma atormentada por tantas terras natais, tão firmemente quanto o samba-de-roda e o chorinho.

Algum psicoterapeuta se interessa em permutar
consultas por publicidade num blog de audiência escassa mas altamente qualificada ?

2 comentários:

Nilson disse...

Caro Galo, essa música é realmente um primor! Gosto muito da versão com Milton Nascimento. Abraço.

paulo galo disse...

Ela foi gravada por muita gente e ninguém conseguiu torná-la ruim, Nilsão.
Vou aproveitar pra dizer que, diferentemente do exibido nesse slide-show, Cuitelinho é uma canção de domínio popular, que Paulo Vanzolini acrescentou uma estrofe e gravou como sendo dele.
Sempore bom vê-lo por aqui, Nilsão, bjs.