POR OUTRO LADO...

quarta-feira, 23 de julho de 2008

ENQUANTO O LEÃO DA BAHIA MASSACRA O NÁUTICO...


Muitos ainda se perguntam como foi que o Vitória, recuperado da doença contagiosa do vexame - adquirida de seu co-inimigo regional- voltou à primeira divisão do Campeonato Brasileiro de futebol para de cara classificar-se para a Libertadores 2009 e, quem sabe, levantar o primeiro de uma longa série de títulos nacionais e internacionais.

A resposta, meus amigos, é uma só: planejamento. E aqui está um exemplo do requinte a que chegou o rubro-negro baiano. Na foto acima, o engenheiro, leitor assíduo desse blog e rubro-negro de longa data Denis Carvalho, em recente inspeção ao estádio do Boca Juniors, La Bombonera.

Segundo Carvalho, o caderno de encargos foi entregue aos dirigentes do Boca, que prometeram atender as exigências de reformas a tempo de receber o Vitória, próximo ano. Entre elas, uma faxina nos banheiros do estádio, forrado de palavrões e citações futebolísticas infelizes, como as que podem ser lidas, clicando na imagem lá de baixo, feita pelo amigo e incompreensivelmente tricolor Otávio Almeida, quando por lá esteve.

Enquanto isso, mais uma chacina acontecerá logo mais à noite em Salvador, quando um grupo de pernambucanos será linchado em Canabrava. O impiedoso Leão da Bahia, o Carniceiro do Barradão, no comando do massacre.


Um comentário:

Franciel disse...

Meu velho,
sabe quem vende dólares. EStou comprando para gastar ano que vem na Libertadores.
Agora, outro seguinte. Quando a ressaca assim permitir, farei uns rabiscos sobre mais uma epopéia no Santuário Ecológico. Aguarde.