POR OUTRO LADO...

quarta-feira, 28 de maio de 2008

APOLOGIA, ANALOGIA, ADVERTÊNCIA


Vi ontem pela Record News a posse de Carlos Minc como ministro do Meio Ambiente. Me diverti à beça com o Lula falando sobre a ministra que se foi, o novo que chegava e a política ambiental de seu governo, que ele reiterou não mudar, a despeito de quem seja o titular da pasta.

Pra quem curte rir das limitações léxicas do companheiro-presidente em suas falas de improviso, foi servido um prato saborosíssimo por ele quando anunciou que gostaria de fazer uma "apologia"da transição Marina-Minc com a Copa de 62, quando Pelé, contundido no 2º jogo, foi substituído por Amarildo e ainda assim o Brasil foi bicampeão mundial.

Analogia virou apologia mas aviso não virou nada além de aviso. No início de sua fala, provocou risos na platéia quando disse que Minc falou mais em uma semana que sua antecessora em 5 anos. E que no governo dele, em que os grandes temas nacionais são tratados pelo ministério de forma colegiada (ou transversalmente, como falava Marina Silva), não existe política de ministro mas política de governo ou de estado. Tudo no melhor estilo Lula, em que para bons entendedores meia "apologia" basta.

Enquadrado publicamente, pois, o midiático Minc foi. E muita sorte enfaticamente desejada pelo presidente, também.

Aguardemos.


2 comentários:

Alvaro Figueiredo disse...

sem tempo pra ler muito mas, achei ótimo cê ter visto, a midia passou batida na confusão do presidente
hehe

paulo galo disse...

E eu achei mais ótimo ainda vê-lo passear por essas ermas paragens, Alvinho.