POR OUTRO LADO...

segunda-feira, 14 de maio de 2007

DOAR SANGUE, GANHAR CIDADANIA


Foi em março passado. Acordei tarde naquele domingão, nada programado pra fazer, exceto montar na Neguinha e seguir pro Ibirapuera ou pro parque Villa-Lobos. Quase onze da manhã, sol forte pra dedéu. Não, melhor pensar em outra saída.

A lembrança de uma reportagem assistida no dia anterior, sobre as períodicas crises de estoque nos bancos de sangue de São Paulo me fizeram tomar uma decisão óbvia simples e cidadã: vou doar sangue.

De casa ao Hospital das Clínicas, 10 minutos de caminhada. Recepção, cadastramento, entrevista, coleta. Juntando tudo, nem trinta minutos foram gastos com isso.

Saí feliz da vida e me perguntando por quê não tinha feito isso antes. Qualquer um de nós poderá precisar de uma transfusão e gostará muito de saber que gente anônima se prestou ao ato voluntário de dar um pouco de si para que a vida de alguém pudesse ser salva.

Todos ganham com isso, principalmente quem doa. É sim um ato de amor importante e que só faz maior quem o pratica.

Tá bundando em casa, sem idéia do que fazer? vá até um banco de sangue e faça uma doação. O procedimento é simples, rápido e seguro. E juro que você vai sair de lá se sentindo mais importante do que quando chegou.

Nenhum comentário: